terça-feira, 10 de março de 2009

Parabéns ao Bradesco pelo patrocínio do Acervo Veja

Os Bancos e consequentemente os banqueiros, no Brasil, não estão entre as entidades mais amadas do país. Quando penso no nível de juros praticados então ...
Mas porque estou resmungando contra os Bancos? Meu cheque especial foi cortado? Meus empréstimos recusados? Não, estou resmungando porque o Bradesco me pegou de surpresa com o magnífico patrocínio ao Acervo Digital da Revista Veja, da Editora Abril. Como vou poder manter minha ira frente a esta malévola instituição se ela vem e coloca dinheiro num projeto tão espetacular quanto este?
Não é notícia nova (pois já está no ar a algum tempo) nem é original (pois não é a primeira vez que se faz algo assim), mas é maravilhoso ter acesso a todos os números (eu disse todos - menos o da semana vigente) da revista semanal Veja através de acesso online ao Acervo Veja ( http://acervoveja.digitalpages.com.br/ ).

Estamos falando de um acervo que cobre a vida social, política e econômica do país de 1968 até a semana passada. Você "folheia" cada revista escolhida com acesso total. Não se trata só do texto, o que já seria maravilhoso, mas de tudo, cada foto, cada anúncio, cada firula gráfica.
Escolha o ano, escolha a edição e abra a revista.

Agora folheie, avançando e retrocedendo as páginas clicando nas setas na parte inferior de cada página.
Quando quiser ler alguma coisa basta clicar diretamente sobre a área desejada para fazer um zoom sobre o texto. Fica fácil ler. Clique novamente sobre a mesma área para desfazer o zoom e retomar a navegação.

O menu de navegação fica no topo da página. Não consigo pensar em nada que esteja faltando. Capa, Índice, Páginas, BookMarks, Indique, Imprima, Ajuda, Buscar na Edição e Outras Edições (para começar tudo outra vez).

Fica aqui combinado que, pelo menos até a minha próxima olhada em meu extrato bancário, ninguém fala mal de Banco na minha frente, pois vai ter briga.

3 comentários:

Silas disse...

Só que, sempre que eu tento ler uma matéria, ela fica carregando eternamente. Já estou tomando ódio do Bradesco de tanto ter visto o nome deles no indicador de que a matéria está carregando. Estranha-mente, isso nunca aconteceu comigo quando eu leio o acervo da Newsweek ou da Life ou do NYT que,aliás, não precisaram de patrocínio ou cujo o patrocínio é tão discreto que eu nem reparei. Talvez, Veja possa aprender um pouco sobre qualidade e respeito ao leitor com essas publicações.

Ricardo Carvalho disse...

Silas.
Baseado no seu comentário eu fui checar o acesso ao Acervo Veja e não encontrei problemas (pelo menos nesta data).
Acredito que a demora da qual você reclama se deva a sua própria conecção internet, que deve ser lenta. Você certamente vai me dizer que isto não acontece quando você acessa o NYT, Newsweek ou a Life e eu te responderei constragido que certamente o "serviço" internet destas publicações está muito melhor realizado que o da Veja. E é neste setor que a Veja e o Bradesco tem muito a aprender.
Obrigado pelo seu comentário e sinta-se a vontade para expandir suas conclusões através de email (meu endereço está no Perfil), se julgar conveniente.
Abraços,

Rosa disse...

Fiquei felicíssima ao receber um e-mail da revista veja comentando o lançameno desta maravilha digital. Usei alguma informações da edição do ano em que nasci numa autobiografia que deveria compor como avaliação na Faculdade. Ficou espetacular. É ótimo ver a inicitaiva privada proporcionando momentos de puro conhecimento à população. E o melhor de tudo: pude fazer isto gratuitamente mesmo não sendo assinante da revista Veja e nem cliente do Bradesco. Obrigada!

Rosa Oliveira
Barreiras - Ba.

 
BlogBlogs.Com.Br